Especialista em depressão: qual médico pode tratar a doença?

3 Min de Leitura
topo CLO especialista em depressao blog 2

Para cada dor física, busca-se o auxílio de um médico especializado. Da mesma forma, questões psicológicas devem ser tratadas por um especialista em depressão. Porém, quem esse profissional seria e como tratá-la?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 5% dos adultos de todo o mundo são afetados por esse transtorno mental. Isso corresponde a cerca de 350 milhões de pessoas, sem contar crianças e adolescentes, que podem ser afetados pela doença.

Uma patologia tão frequente reflete como a saúde mental chama a atenção sobre a importância de uma vida segura e equilibrada. Contudo, é muito difícil tratar e resolver o problema sem o acompanhamento de um especialista em depressão.

Quem é o profissional que cuida da depressão?

Os sintomas e os sinais de depressão devem ser avaliados por profissionais competentes, que podem definir se o paciente realmente sofre desse transtorno ou não. Geralmente, o especialista em depressão atua em conjunto com abordagens complementares para a melhor evolução do paciente.

Psiquiatra

Esse profissional é responsável pelo diagnóstico e pelos tratamentos neurobiológicos da depressão. Após anos de estudo na graduação em Medicina e na residência ou na especialização em Psiquiatria, o especialista tem todos os recursos para reconhecer rapidamente uma doença mental e prescrever os tratamentos mais adequados.

O médico psiquiatra pode atuar tanto em casos mais simples quanto em casos mais complexos. Ele faz o diagnóstico, propõe os tratamentos e acompanha o paciente, visando a remissão ou o alívio dos sintomas.

Psicólogo

Esse profissional é formado na área de Psicologia. Ele se preocupa com os aspectos psicossociais e individuais por trás do diagnóstico. A abordagem é focada na identificação e quebra de padrões de pensamento, comportamento e emoções disfuncionais.

O especialista ajuda o indivíduo a ressignificar a forma de enxergar a vida. Ele age por meio da psicoterapia, normalmente, acompanhando semanalmente a pessoa depressiva. O procedimento foca no autoconhecimento e estimula o paciente a pensar em soluções próprias para o problema.

Visão geral

Por utilizarem metodologias diferentes, as duas áreas complementam-se. Ainda que a depressão exija tratamentos intensos, que necessitam da presença de um psiquiatra, a combinação de profissionais aumenta a chance de êxito no quadro de saúde.

Além disso, o tratamento pode ser feito em colaboração com outros especialistas, que auxiliam na melhora comportamental do paciente, como um nutricionista, para os casos de perda de peso, ou um médico do sono, para aqueles que sofrem com insônia.

Quando procurar um especialista?

Ainda que seja difícil identificar os primeiros sinais da depressão, a síndrome é caracterizada por um sentimento de melancolia e sofrimento profundo, com duração superior a duas semanas.

O transtorno também gera sintomas como irritabilidade, angústia, apatia, falta de motivação, insegurança e culpa, chegando a estágios mais graves, como perda de apetite, falta de sono e pensamentos suicidas.

A tristeza é inata do ser humano e considerada normal. Geralmente, ela advém de problemas inesperados e dura algumas horas ou dias. Ainda que um indivíduo se sinta triste, esse sentimento não afeta a rotina de forma tão intensa.

Quanto antes os indícios de depressão forem notados, mais cedo o médico poderá recomendar um tratamento adequado e ajudar o paciente a obter uma recuperação rápida.

Ainda assim, qualquer sentimento profundo e contínuo pode ser tratado com diferentes métodos e intensidades. A questão é: qual é o melhor local para tratar a doença com um especialista em depressão?

Psiquiatria generalista X clínica especializada

Uma clínica psiquiátrica generalista oferece serviços de avaliação, diagnóstico e tratamento de uma ampla variedade de transtornos mentais. Nela, os médicos são especializados em abordar diferentes condições psiquiátricas, independentemente da faixa etária dos pacientes.

Já uma clínica especializada nos tratamentos da depressão, como a Clínica Ór, foca no diagnóstico, no bem-estar e no progresso do paciente, oferecendo alternativas inovadoras e comprovadas cientificamente de tratamento, com o auxílio da cetamina e da estimulação magnética transcraniana (EMT).

Não perca tempo e agende sua consulta com um especialista

Se você passa por momentos difíceis e tem dificuldade de solucioná-los, talvez seja o momento de contar com a ajuda de um especialista em depressão. A Clínica Ór é um ambiente seguro, que oferece serviços que aumentam a chance de resposta dos pacientes.

A clínica vai além das abordagens tradicionalmente utilizadas e trabalha com métodos avançados de tratamento de depressão, como o uso da cetamina, da estimulação magnética transcraniana e da hipnoterapia. Todos os procedimentos são acompanhados por um profissional capacitado. Agende uma consulta pelo WhatsApp (11) 91168-1948.

COMPARTILHE!

Clínica Ór Psiquiatria
Clínica Ór Psiquiatria

Clínica dedicada ao cuidado e tratamento de saúde mental. Oferecemos uma abordagem abrangente e personalizada para cada paciente.

Posts Relacionados

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

16/02/2024

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

14/02/2024

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

09/02/2024