Efeitos colaterais da cetamina: quais são as reações mais comuns?

3 Min de Leitura
Médico vestido de jaleco verde, de braços cruzados e com estetoscópio entre o pescoço.

Alguns casos de depressão são resistentes aos tratamentos convencionais com antidepressivos. Graças aos estudos científicos, há uma solução eficaz para quem sofre com a doença. Os efeitos colaterais da cetamina não são considerados graves, nem duradouros.

Além das principais reações da substância no organismo, você encontra informações sobre o que é a cetamina neste artigo. Continue a leitura para tirar suas possíveis dúvidas sobre a eficácia desse medicamento que transforma a vida de tantas pessoas positivamente.

O que é cetamina?

Cetamina ou ketamina é uma substância utilizada desde a década de 60 como anestésico para procedimentos médicos e cirurgias. Após vários estudos clínicos que comprovaram benefícios para o tratamento da depressão, o uso do isômero de escetamina foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), órgão regulador americano.

Como e onde a cetamina é utilizada?

Com o acompanhamento e a administração de profissionais qualificados, a cetamina para depressão é segura. Quando ela é supervisionada por meio de um meticuloso monitoramento hemodinâmico, a integridade física e mental do paciente é assegurada. 

Na literatura científica, não há evidências de que o medicamento vicia quando é utilizado de forma controlada. O uso sério e correto da cetamina difere do recreativo. No processo terapêutico, ela pode ser administrada de três formas:

  1. infusão intravenosa (IV): tem a vantagem de permitir maior controle de dosagem e tolerância ao procedimento;
  2. administração intranasal com spray: é indicada para quem buscam maior conforto ou tem receio de agulhas;
  3. cetamina injetável ou subcutânea: é a via menos estudada. A substância é injetada sob a pele do paciente. Normalmente, a área escolhida é o abdômen.

Por que optar pela cetamina?

Para os pacientes com depressão resistente, a indicação de cetamina é assertiva por proporcionar rápidos resultados positivos. De acordo com um estudo publicado pelo Journal of Clinical Psychiatry, ela produz um efeito duradouro, reduzindo os sintomas em 70% dos casos.

Além disso, boa parte das pessoas descreve a experiência de tratamento como agradável. Portanto, as infusões com cetamina podem ser diferenciais no combate à depressão para alguns indivíduos.

Conheça os principais efeitos colaterais da cetamina

No tratamento para depressão, a substância é utilizada em dosagens baixas em comparação ao uso como anestésico. É possível que ocorram alguns incômodos, mas eles são passageiras. Confira os efeitos colaterais da cetamina a seguir!

Náusea e vômito

Entre as reações mais comuns durante a infusão com o cloridrato de cetamina, está a náusea, que pode evoluir para o vômito em alguns casos. Isso está indicado na bula do medicamento.

Aumento da pressão arterial

Outros efeitos colaterais possíveis são a elevação dos batimentos cardíacos e a hipertensão, também definida como o aumento da pressão arterial. Caso o paciente tenha alguma condição cardíaca grave, o tratamento com a substância pode ser contraindicado.

Sintomas dissociativos

Ainda entre os efeitos colaterais da cetamina, há a possibilidade de sintomas dissociativos. Basicamente, eles consistem na sensação de separação entre a mente e o corpo, falta de total controle sobre o corpo ou não o sentir integralmente. Também é comum que exista a impressão de estar em um sonho. 

Algumas pessoas podem ter a percepção de hiperacusia, que consiste em uma sensibilidade maior aos sons. De modo geral, esses efeitos colaterais da cetamina costumam diminuir após 5 ou 15 minutos do término da aplicação e de 30 a 50 minutos da infusão. 

Os pacientes não precisam se preocupar, pois costumam permanecer em ambiente clínico por um período suficiente para a recuperação. Por isso, é fundamental utilizar a substância sob supervisão de um médico experiente e referência no assunto. 

Também vale verificar a clínica ou o hospital em que a administração será realizada, confirmando se há monitoramento contínuo dos sinais vitais e da qualidade de vida do paciente.

Realize o seu tratamento contra depressão com cetamina na Clínica Ór!

O sucesso do tratamento com a cetamina está atrelado à experiência e ao respaldo técnico dos profissionais. Na Clínica Ór, você recebe auxílio de quem é referência nacional em tratamentos para depressão profunda e resistente. 

Não sofra com os sintomas da doença. Entre em contato com a equipe da clínica e marque uma consulta. Além do tratamento com a cetamina, há outras abordagens eficientes para os mais diversos casos. Conheça tudo que a Clínica Ór pode oferecer!

COMPARTILHE!

Clínica Ór Psiquiatria
Clínica Ór Psiquiatria

Clínica dedicada ao cuidado e tratamento de saúde mental. Oferecemos uma abordagem abrangente e personalizada para cada paciente.

Posts Relacionados

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

16/02/2024

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

14/02/2024

3 Min de Leitura

Clinica Or Psquiatria

09/02/2024